10 benefícios do sexo para a saúde

bigblogbrasil 14 de março de 2015 0

Sexo é bom e ainda faz muito bem para a saúde. E, mais do que isso, quem faz sexo como se fosse uma prazerosa modalidade esportiva ainda conquista outras benesses para o corpo e para a mente. O orgasmo, por exemplo, a cada dia, os cientistas descobrem novos benefícios desta reação orgânica que, além de melhorar as emoções, faz muito bem para a sua saúde. “O orgasmo contribui para que homens e mulheres vivam com mais qualidade, trata-se de um momento de prazer que reverbera por vários dias”, afirma o ginecologista Neucenir Gallani, da clínica SYMCO.

beneficios_sexo

Veja 10 benefícios do sexo para a sua saúde:

1. Proteção cardiovascular – As relações sexuais, são como um exercício físico moderado, onde há um aumento do trabalho cardíaco e da pressão arterial, explica o cardiologista José Lazzoli, da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Mas para preservar as artérias, contudo, é preciso suar a camisa no mínimo 30 minutos diários cinco vezes por semana. Como nem todo mundo consegue fazer sexo com essa duração e frequência, a alternativa é somar às noites intensas uma corrida ou caminhada, por exemplo.

2. Um remédio contra a dor – Durante o sexo, o nosso corpo fabrica uma porção de substâncias, uma delas é a endorfina, que é capaz de aliviar as sensações dolorosas é descarregada no ápice da relação, o orgasmo, este é o maior analgésico do nosso corpo.

3. Um basta ao excesso de estresse – Acho que todos já sabem que o sexo alivia o estresse, mas você saiba em um estudo da Universidade de Paisley, na Escócia, constatou: os voluntários que faziam questão do sexo respondiam melhor a situações estressantes, a atividade sexual diminui o nível de ansiedade, só devermos ter cuidado para não transformar o sexo numa mera descarga de estresse.

4. Autoestima lá em cima – O cérebro é o órgão do seu corpo que mais se aproveita de um bom sexo. Quem agrada constantemente essa central de instintos e emoções ganha uma baita massagem no ego. A autoestima melhora porque o indivíduo se sente desejado pelo outro.

5. Mais prazer, menos gordura – Sabia que o esforço de uma atividade sexual equivale, em média, a um trote a 7,5 quilômetros por hora, dependendo da intensidade da relação, é possível queimar de 100 a 300 calorias. Um ótimo exercício, não acham?

6. Alivia as crises de enxaqueca – Como já mencionamos no item 2, o orgasmo libera substâncias, como as endorfinas, que atuam no sistema nervoso, elas diminuem a sensibilidade à dor, relaxando a musculatura e melhorando o humor, sendo assim um ótimo remédio para as crises de enxaqueca.

7. Para dormir pesado – O relaxamento alcançado com o orgasmo contribui para que você durma melhor, e não apenas no dias em que houver sexo. A reação tem efeito prolongado, devido a ação dos neurotransmissores que passam a agir no seu organismo com mais regularidade e numa quantidade maior.

8. Aumenta a imunidade – Fazer sexo uma ou duas vezes por semana tornaria o sistema imune mais preparado para entrar em combate. É o que sugerem pesquisadores americanos que compararam amostras da saliva de pessoas sexualmente ativas com as de voluntários que pouco se aventuravam na cama. Eles concluíram o seguinte: quem transava com certa frequência abrigava mais anticorpos. O resultado, no entanto, ainda carece de um consenso entre os médicos. Isso porque, para muitos deles, uma defesa mais a postos não seria fruto da atividade sexual em si. “Há, sim, trabalhos mostrando que pessoas felizes têm melhor resposta imunológica. E a atividade sexual sem dúvida traz felicidade e qualidade de vida”, pondera Joaquim Claro.

9. Músculos fortalecidos – O sexo exige o esforço de alguns grupos musculares, tudo depende da posição, mas é possível trabalhar as coxas, o dorso e o abdômen. No caso das mulheres, a relação ainda cobra a movimentação dos músculos da vagina.

10. Alivia as cólicas da TPM – O ginecologista Neucenir Gallani faz questão de reforçar que isso não é uma regra, mas acontece com algumas mulheres. Os movimentos realizados durante o sexo estimulam os órgãos internos, que ficam mais relaxados e, com isso, há diminuição das dores que incomodam seu bem-estar nos dias antes da menstruação. “Mas há mulheres que, na fase pré-menstrual, não têm disposição para o sexo e forçar a barra pode ser pior”, diz o ginecologista.

 

Fonte: Minha Vida e MDE Mulher

Leave A Response »